sábado, 31 de outubro de 2009

ENTRANHAS

Pele com pele
Corpo a corpo
Beijo no beijo
Pernas grudadas
Segredos desvendados

Suando desejos e amores
Passeando minha língua na tua
Sentindo tua mão me transar
Escorre em mim teu prazer
Esconde em ti minhas entranhas

Esparramo meu corpo no teu
Deslizando ateu o suor que é meu
Entregando menina virando mulher
Mãos que tremem ao sentir o desejo
Bocas que gritam o silêncio de amar

Arrasto minha pele na tua
Colo meu rosto no teu
Beijo tua orelha tentando me ouvir
Amo esse corpo em busca do meu
Exploro teu segredo mais profundo

Quero ti amar assim meu dengo
Até o infinito do teu ser, mimando-te
Enquanto esse olhar me enxergar
E o brilho dos teus olhos me caçarem
Fico grudada no teu ser, até.... mais que viver

1 Comentário:

BruxinhaRj disse...

Bom dia, moça das Gavetas...
Vim, como combinamos, conferir a quantas andam as arrumações e novos arranjos pelas gavetas que tão sabiamente abres por aqui...
Adorei as cores, as formas e as novidades..
Beijos iluminados.
Wicca