sábado, 14 de novembro de 2009

CAIU A CONEXÃO

Definitivamente, desisto
Vou sair da vitrine
Não quero mais me apaixonar
Não assim. Quero olho no olho
Toque de mão, de corpo, de alma

Quero beijo na boca, sem emoticons
Vou abrir meu portão e as 200 janelas da minha casa
Deixar entrar amor de verdade, carne. osso e alma
Virtual só tem letras, sem reações reais
Olho os olhos na foto, inertes e estáticos

Terminou o que nem havia começado
Assim como li a entrega li também o desprezo
Como posso mostrar o que sinto
Amores e brigas virtuais não existem
São sonhadas e imaginárias

Não quero mais isso na minha vida
Já sou bem grandinha e vacinada, agora
Revoltada sim, saco cheio também
Caráter foi a herança dos meus pais
Tomo conta só da minha insanidade, de mais ninguém

Há tempos não chorava por alguém
Pena que foi pela pessoa errada
Acreditei que era a certa, ledo engano
Pense o que bem quiser de mim
Já cresci bastante pra saber quem sou

Juro que tentei entender e esperar
Amei cada palavra e desenho que vi
Odiei o final, não era a mesma pessoa que li
Cuidei sim daquele jardim, tu que não viu as flores
Fica bem tá. Conectada nesse teu cantinho de ilusões irreais
Simplesmente vendo a vida passar!

3 Comentários:

blue velvet disse...

sem duvida lavar a alma, depurar
é preciso ..
a saudade abranda, o choro seca e o coração volta a adoçar a vida.

Elita disse...

Amar e ser muito amada,disto não deves desistir jamais;estamos aqui prontas pra te ajudar torcendo pela tua felicidade.

Simone disse...

Minha grande e a cada dia maior AMIGA!!! Existem ainda conexões q de tão estáveis nunca caem podem até atingir um grau menor de MBPS, mas nunca ficam nulos..graças aos pequenos ou grandes cuidados de cada dia.. fazendo sempre ON as pessoas q amamos! Um grande beijo no coração!!!