quinta-feira, 14 de janeiro de 2010

PROCURA-SE (Parte 2)

Ah.. e quando no beijo
O desejo vai rumar teu corpo
Como se fosse um anjo selvagem
Que delirante vai tomar posse de ti
E de mim, rasgará o peito de paixão

Nem segredos teremos
Na cama desvendaremos
Na mesa, os comeremos
E na alma, acolheremos
Ti quero em mim

Minhas mãos vão te achar
Cada parte a ser descoberta
Pedaços suados do teu corpo
Se fundiram com o meu
Numa simbiose do par

E já cansada de tanto amar
Recupero o fôlego num beijo
E recomeço a te deslizar
Andarilho sem rumo
Possuindo teu corpo no meu

Já no som da noite, me abraço em ti
Formando conchas com os corpos
Sussurro amores na tua orelha
Cheirando teu odor que é meu
Com o cansaço beirando o dia

Dobrarei a esquina pra ti encontrar
Guiada pelo cheiro de ti amar
Desencontros que escrevi aqui
Me carregam para o nosso amor
E, quando isso acontecer
Escreverei teu nome no meu olhar


8 Comentários:

Pelos caminhos da vida. disse...

Viver é ter chance de acreditar que
a cada dia podemos fazer mais coisas que imaginávamos.
É acalentar sonhos e esperanças, fazendo da fé, a nossa inspiração maior.
É buscar nos pequenas coisas, um grande motivo pra ser feliz.

(tirado da net).

Fim de semana de luz.

beijooo.

Desmanche de Celebridades disse...

Belo manifesto de esperança.

Abraços.

MC disse...

Procura-se, procura-se2. Nem sempre achamos o que procuramos. Às vezes, achamos que achamos.
O importante é o prosseguir, o continuar, a tentativa.
Teu ser está nas entrelinhas e não nas palavras,

vidal-isab2008 disse...

Eu nunca desisti.
Os desencontros da nossa vida sempre nos guiam ...
Bjos

Ângela disse...

Ufa,Lidia!
Que arrebatamento!De tirar o fôlego!Gostaria de ter escrito isso!
Bj

Lídia disse...

Cada palavra escrita por vcs me fortalece na minha. Amo!!

Zininha disse...

Oi amiga, adorei sua visita...
acho que vamos ser boas amigas...
adorei o poema, as imagens...os mimos...
Tudo lindooooo!!!

Estou te seguindo, e sempre que der estarei aqui...

beijos..

Beatriz Araujo disse...

Amei o poema, sobretudo essa parte:

Dobrarei a esquina pra ti encontrar
Guiada pelo cheiro de ti amar
Desencontros que escrevi aqui
Me carregam para o nosso amor
E, quando isso acontecer
Escreverei teu nome no meu olhar

Quando se tem no olhar o nome de alguém especial, as chamas de felicidade se unem, e o brilho é tão especialmente colorido, que a vida fica leve, e o amor pede passagem como quem pulsa sem pedir licença. Lindo, Lídia! Muito lindo!

Super beijo.

Bia