quinta-feira, 18 de fevereiro de 2010

DA RESSACA AO RECESSO


imagem: eu por mim mesma
Perdoem meu tempo. Foi tempo de avaliações daquilo que sou e o que querem que eu seja.
Não que eu não seja o que quero, mas falta muito pra me libertar de amarras que deixei atarem em mim.
Confesso que o processo já iniciou, daí o feriadão pra baixar a poeira que acumulava nas costas. E, para isso, nada melhor que estar junto às pessoas que sei me amam pelo que realmente sou, minha família. Mais a chuva para aproximar e o amor pra acalentar, foi gostoso. O melhor de tudo isso é que me amam, respeitam e admiram pelo que realmente sou.
Já perceberam que me machuquei né? Pois então, por isso o retiro familiar. Mas o pior é que também machuquei alguém. E fico mal por isso. Não se machuca uma poesia, porque tu és uma e tento ser poeta. Os poetas são machucados não machucam propositalmente.
Sou frágil pra ti, perdoa as lágrimas que criei.
Depois disso tudo, acho que entrei num processo de reflexão, li e ouvi coisas que contribuíram pra isso. Me doei e doeu, àqueles que lerem saberão. A cada um avaliei e a cada um darei só a parte que lhes cabe, não mais.
Meu aniversário chegando e isso ajuda a refletir a qualidade de vida e de pessoas que me dedico. Posso estar dando muito pra quem não merece e muito pouco a quem de direito. Não é justo.
Há os que só querem receber e na hora de doar... dão desculpas e te acham uma chata. Há os que querem dar, mas uma hora depois... tão te cobrando o pedágio. Há de se almejar o equilíbrio.
Foi isto que fiz, entre sorrisos e lágrimas. Além de sentar e fumar na varanda da casa vendo pessoas passearem com seus guarda-chuvas e melancias. Cada uma delas carregando suas vidas, pães e o leite para o café da tarde.
Fotografei a família como se quisesse assim guardar pra sempre aquele momento e saber que são parte do meu DNA e vendo sua multiplicação sorrir pra mim num trejeito único de amar.
Fiz um download das lembranças e avaliei cada uma delas, agora to passando um bom antivírus pra tentar salvar as melhores e deletar as que estão danificando e ocupando espaço no meu HD.
Tenho algumas bifurcações decisivas a enfrentar onde as escolhas que fizer serão fundamentais para minha vida em todos os sentidos. E estas escolhas vão depender das forças que tenho nas pernas. Não quero mais pernas emprestadas, perdemos o chão quando vão embora.

12 Comentários:

Deusa disse...

Lidia as vezes a gente tem que se afastar de todo mundo e avaliar os pros e contras das nossa atitudes....vale a pena dizer o que pensa?vale,desde que voçê seja brando e suave nas palavras.As pessoas tem que me aceitar como eu sou?não.....definitivamente não,voçê como eu e todo o mundo pode e deve avaliar se não estamos forçando a barra ao ser autêntico demais,teimosos demais ou defensivos em excesso.Seja sempre voçê mesma,mas use a sabedoria para não deixar o furacão sair derrubando tudo,seja uma brisa leve,suave e firme.Meu marido sempre me diz...voçê e como a brisa,passa entre os dedos e ninguém segura,mas esta ali.Penei pra chegar a esse ponto...penei.
Perdão se entendi de forma errada e dei conselhos sem nexo....
Beijos
Deusa
vasinhos coloridos.

Bia disse...

Gostei de ler sobre a brisa no comentário da Deusa. Também cheguei a ver quem quis e respeitei, como uma brisa. Quanto ao texto, gostei muito! Reflexões são mesmo importantes para o nosso crescimento.
Ruim mesmo, é quando a gente fica no ar, sem saber o que pensar. Encontraste teu caminho, é isso o que importa! Agora é seguí-lo!
Parabéns pelo texto!
Super beijo.

lis disse...

Oi Lídia
Os poetas, são "domadores de duendes, arquiteto de frustaçoes , jardineiro de desordens, é o que esbofeteia as próprias purezas ...", palavras e Artur da Távola ( mais ou menos assim).
Vejo que voce vive e confessa , és uma escritora! admiro- os tanto! talvez por nao ter o dom da palavra me refugio na voz dos meus poetas, e lhe sugo a alma.
Não vai mais precisar de "pernas emprestadas", vai voar bem alto, basta acreditar!
meus abraços

Gabriela disse...

perfeito, perfeito, perfeito!

Josy Nunes disse...

Oi,
Lí,
adorei o texto muito, muito bom!!! De vez em quando é bem legal parar pra balanço,sacudir a poeira e o mais importante mesmo, é seguir em frente com nossas próprias pernas dando a volta por cima, pois com certeza após o balanço tudo que restou foi os lucros e dividendos das nossas escolhas que certas ou não são nossas e se as escolhemos é porque somos felizes assim...e afinal ser feliz é tudo que se quer....

Obrigada por sua visita e comentário lá no banana com farinha e muito obrigada pelo "menina" já tô bem perto dos quatro ponto zero...kkkkk. legal...amei!
Beijão no seu coração e fica com Deus...e um final de semana maravilhoso...bjus

Anjo da Terra disse...

Oi Querida!Vejo que soubeste aproveitar bem o limão e fizeste uma limonada!A vida é mesmo assim!Para aprender a andar é preciso tropeça,cair e levantar!Vejo que tens coragem para fazer!!!Adoro teus texos,sempre autênticos, belo estilo, natural!Viva você!!!Bjs,com carinho.

REGGINA MOON disse...

Lidia,

Grata por sua visita!!

Ótimo texto...

"Fiz um download das lembranças e avaliei cada uma delas, agora to passando um bom antivírus pra tentar salvar as melhores e deletar as que estão danificando e ocupando espaço no meu HD."

Beijos e bom Domingo!

Reggina Moon

visite:

www.versoeprosapoemas.blogspot.com

Pelos caminhos da vida. disse...

Bom domingo

Hoje é domingo...
dia lindo lá fora...
quero lhe desejar...
um lindo e iluminado domingo pra você...
desejo que seu dia de domingo...
seja cheio de alegrias...
que você viva suas fantasias...
ouça os pássaros...
veja as borboletas... circulando pelas flores...
buscando o néctar...
buscando a doçura dessa vida...
Que os raios do sol...
transmitam-lhe alegria...
....vida...
....energia...

Se a chuva manter-se

que traga-lhe gotas de bênçãos....
Faça uma fotossíntese em sua alma...
pense em Deus... ele te ilumina nesse domingo...
Te iluminará sempre...
Hoje é domingo...
Viva... ria... corra....divirta-se...
Distribua amor para quem
você ama...
Aproveite esse domingo...
Distribua o seu amor...

beijooo.

Carmem Tristão disse...

Lídiaaaaa!!!!! uueeeebaaaaa!!!!!! você levou meu selinhooooo!!!!! brogadãozão!!!!! e olha! suas gavetas estavam fechadas, trancadas, mas eu sou futriqueira demais e consgui entrar! e me senti em casa, pq se vc não vive sem sua insanidade, agora você tem mais uma seguidora insana na sua lista rsrsrsrs

Reyel Angel disse...

Querida, me identifiquei muito com seu texto. Sou geniosa realmente, e não acho isso um mal completo. Tempestades causam alguns estragos, mas são elas que trazem mudandas. Bjos na alma!

Maria disse...

Muito Gostoso seu blog...
Senti meu coração com uma fratura exposta, pois retrtaou exatamente o que estou precisando.
Um abraço minha querida.
Seu blog já esta entre os favoritos.
mara.marcia@hotmail.com

Silvia C. Barbosa disse...

Lidia.
Vc sabe que sou sua fã, né?
Isso menina. E confio em você e na força de suas pernas. A verdade é essa mesmo, somente ela te levará a seu destino.

Beijos