domingo, 12 de junho de 2011

Enamorando

Frio na espinha que persegue
Cada fio de cabelo
Cada poro de respiro
Um beijo que alma
E acalma

Olhos que gritam amor
Meu olfato te cheira
Minha boca desliza
Teu corpo
Teu horto

Mãos que desatinam
Andanças em gozo
Bocas que procuram
Gosto de fúlgidos desejos
Enquanto mimos te faço

Rosas respiram teu ar
Comparam os cheiros
E se curvam
Quando teus passos
E amassos passam

Enamoradas
Pra sempre serei tua
E a lua..
Acanhada se esconde
de vergonha
Dos mimos pensados.

3 Comentários:

CYWMARA WADISQUY disse...

DE VOLTA COM O BLOG, NOVO DESIGN, NOVO NOME...

VISITE-ME E DEIXE SEU COMENTÁRIO \o/

LINK=> http://cywmara.blogspot.com/

UM GRANDE XERO and ABRAÇO

ESPERO QUE GOSTE...

CYWMARA WADISQUY

Loubah SoPHia Eloha disse...

Palavras que acariciam o ler a cada letra desenhada, numa pácida segurança do belo...Um abraço querida Lídia e boa semana.

Márcia Cristina Lio Magalhães disse...

"Rosas respiram teu ar
Comparam os cheiros
E se curvam
Quando teus passos
E amassos passam..."

Belíssimo poema!

Bj.