sexta-feira, 21 de outubro de 2011

Vou Fingir Que Não Te Vi!


Vou fingir que não te vi
Muito menos que te ouvi
Não quero escorregar teu corpo
Percorrer tua boca
Como louca

Ti raptar, nem pensar
Ti amar.. insano seria
Posso no silêncio imaginar
O que perdi em te ganhar
Quero somente ti sonhar

O tempo sabe tudo
Quando encontro
Quando não
Teu olhar não me pertence
Minha mão não te agarrou

Encontros são marcados
Desencontros também são
Minha mão tocou na tua
Minha boca te fugiu
Só passamos de raspão

Pior que te reconhecer
É não te encontrar
Na janela do meu quarto
Quando a insônia me trai
E distrai minha dor

Vou ligar pra você
Ti desligar em mim
Ser você meu refugo
Minha saída
Sonho que não devo sonhar

É quando a brisa me carrega
Pro olho do furacão
E me faz passar reto na esquina
Onde marquei um encontro
E não fui

2 Comentários:

Sonica disse...

Poema tocante, belíssimo!
Ótimo finde!

REGGINA MOON disse...

Lidia,

Nossa, me identifiquei demais com esse verso!Amei!!!

Tudo sempre lindo por aqui, vim te visitar e desejar uma ótima semana!

Beijos,

Reggina Moon